O Que É LCI e LCA — Conheça As Vantagens E Desvantagens

O Que É LCI e LCA — Conheça As Vantagens E Desvantagens

LCI e LCA são letras de crédito de investimento de renda fixa, relacionadas ao setor imobiliário e ao agronegócio. Entenda mais detalhes no artigo.

Entender o que é LCI e LCA é interessante para quem busca outras opções para investir o dinheiro, sobretudo quando esses instrumentos têm ganhado popularidade nos últimos anos.

Especialmente atrativas para investidores de perfil conservador, também contam com isenção do IR como um dos seus principais benefícios fiscais.

Conheça, em mais detalhes, esses investimentos e entenda as vantagens e desvantagens para saber se é o momento de apostar neles!

O que é LCI e LCA?

LCI e LCA são dois tipos de letras de crédito, cuja diferença principal é o lastro do papel. Ambas são investimentos em renda fixa isentos de Imposto de Renda, cujos retornos costumam ser superiores ao da poupança tradicional.

A LCI (Letra de Crédito Imobiliário) é lastreada na carteira de empréstimos do setor imobiliário. Ela pode ser lançada por bancos, sociedades de crédito imobiliário, associações de poupança e empréstimo e companhias hipotecárias.

Já a LCA (Letra de Crédito do Agronegócio) envolve captação de recursos para os participantes da cadeia do agronegócio. Dessa forma, o lastro delas envolvem empréstimos concedidos a produtores rurais ou cooperativas, como financiamentos que dizem respeito a várias esferas agrícolas, como:

  • produção;
  • comercialização;
  • beneficiamento;
  • industrialização;
  • insumos;
  • máquinas;
  • implementos.

Para compreender mais facilmente o que é LCI e LCA, pode-se traçar um paralelo com os CDBs emitidos pelos bancos. São investimentos parecidos; enquanto no CDB, ao comprar os papéis, “empresta-se” dinheiro a uma instituição financeira e a remuneração são os juros do período em que os recursos estiverem aplicados, LCIs e LCAs alocam o dinheiro em um espaço diferente.

Quais são as vantagens e desvantagens de investir em LCI e LCA?

Entre as vantagens das LCIs e LCAs, há:

  • isenção de tributação e taxas;
  • baixo risco;
  • rentabilidade;
  • variedade de instituições emissoras.

Já a maior desvantagem está relacionada à liquidez dos títulos, com questões de prazos e carência. Entenda mais sobre:

Isenção de tributação e taxas

O maior atrativo para quem busca entender o que é LCI e LCA é a isenção no Imposto de Renda, ou seja, toda rentabilidade obtida já é líquida e não sofrerá descontos.

Isso acontece porque na maioria dos investimentos mais comuns de renda fixa há o pagamento de Imposto de Renda de acordo com uma tabela regressiva, em que as alíquotas diminuem de acordo com o tempo de aplicação.

Por exemplo, uma aplicação resgatada em menos de seis meses, tem uma alíquota do IR de 22,5%, enquanto uma resgatada após dois anos é taxada em 15%.

Isso não acontece com LCIs e LCAs. Em ambos os casos, mesmo com um retorno menor que um CDB, o rendimento final pode ser maior devido à isenção de Imposto de Renda. Há, também, o fato de não serem cobradas taxas de administração nas letras.

Baixo risco

Há o risco natural da relação entre as LCIs e LCAs e as instituições financeiras que as emitem, uma vez que, caso o banco apresente um problema de liquidez, o impacto também cairá sobre os investidores, mesmo que não haja problema nos lastros das letras.

Ainda assim, esses papéis contam com a cobertura do Fundo Garantidor de Créditos (FGC), que, em caso de quebra da instituição financeira, garante que o investidor receba até R$ 250 mil do valor aplicado.

Rentabilidade

Especialmente em tempos de juros em queda, as LCIs e LCAs são bons investimentos para garantir maior rentabilidade para a parcela aplicada na renda fixa.

Já que são um produto de crédito privado, ao contrário de títulos públicos que envolvem o risco do governo, a remuneração tende a ser mais alta. Ainda que não alcance os ganhos brutos de outros produtos de crédito privado, continuam podendo ser mais vantajosas graças à isenção de IR.

Variedade de instituições emissoras

Tanto a LCI quanto a LCA podem ser emitidas por instituições diversas, de diferentes portes, segmentos de atuação e objetivos visados. Isso significa que o investidor pode ampliar a gama da sua carteira de investimentos, abrangendo o que mais for interessante, enquanto ainda conta com a segurança do FGC, o que não é oferecido em outros investimentos de renda fixa.

Liquidez

A liquidez é a principal desvantagem que quem busca entender o que é LCI e LCA encontra. Esses papéis têm liquidez considerada inferior a outros produtos de renda fixa, ou seja, é mais difícil transformá-los em dinheiro e resgatar os recursos em relação a títulos públicos ou CDBs.

Isso acontece porque há o prazo de carência. Nas LCIs, o período mínimo pode variar entre 90 dias, 12 meses ou 36 meses a depender da forma de remuneração escolhida pelo investidor.

Para as LCAs, contam com o prazo mínimo varia entre 90 dias e 12 meses, também de acordo com a forma de remuneração escolhida.

É preciso prestar atenção, também, no prazo de vencimento. Há letras que podem ser sacadas a qualquer momento após o período mínimo de carência, mas há também letras que só podem ser resgatadas na data do vencimento (que costuma variar de um a três anos).

Não são prazos curtos o suficiente para quem precisa de liquidez imediata, mas também não funcionam para investimentos de longo prazo, como a aposentadoria.
Por isso, é importante entender como investir o seu dinheiro da melhor forma possível. Conheça a gestão de investimentos e prepare-se para fazer as escolhas mais conscientes de acordo com os seus objetivos financeiros!

Gostou ? Que tal compartilhar com os amigos ....

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram

Deixe aqui seu comentário ...

Assine nossa newsletter
com conteúdo exclusivo.