características da certificação CFP

Certificação CFP — O Que É E Como Obter O Certificado?

Você sabe o que é certificação CFP e qual a sua importância para o mercado financeiro? Confira neste artigo!

A CFP (Certified Financial Planner) é uma certificação internacional, que prepara o profissional para desenvolver competências de planejador financeiro pessoal. 

De acordo com o Código da Anbima, a partir de 2016 foi determinado que, no mínimo, 75% dos gerentes de relacionamento do segmento private banking deveriam ter a certificação CFP. 

Diante disso, apesar de não ser obrigatória, ter a certificação CFP é um grande diferencial profissional, podendo ser uma oportunidade de crescimento para a carreira. Neste artigo você verá: 

  • o que é certificação CFP:;
  • quais os requisitos para tirar o CFP?;
  • como o exame para CFP é aplicado?;
  • qual é o conteúdo da prova CFP?;
  • por que ter a certificação CFP?

O que é certificação CFP?

A certificação CFP é muito almejada pelos profissionais do mercado financeiro. É um modelo importado dos Estados Unidos, que é gerido pela Financial Planner Board of Standards e que está presente em 26 países. 

Esta certificação desenvolve profissionais para o exercício da atividade de planejador financeiro pessoal e para atuar em instituições financeiras em geral. 

Segundo levantamento feito pelo FPSB (Financial Planning Standards Board), o Brasil saltou do oitavo para o quinto lugar no ranking mundial de profissionais com a Certificação CFP. 

Sendo assim, houve um crescimento de 15,83% de portadores do título no país em 2020, sendo 5.414 profissionais com esse certificado. Porém, esse segmento ainda tem muito a crescer!

Quais os requisitos para tirar o CFP?

Para ter essa certificação é necessário atender alguns requisitos mínimos, conhecido como 4E’s: exame, educação, experiência e ética. Ou seja:  

  • ter experiência mínima de três anos exercendo atividades financeiras com pessoas físicas ou um ano se for uma experiência supervisionada;
  • aderir ao código de ética da Planejar (Associação Brasileira de Planejamento Financeiro);
  • ser formado em curso superior reconhecido pelo MEC (Ministério da Educação);
  • realizar o exame aplicado pela Planejar. 

É importante destacar que o profissional precisa comprovar a sua experiência no atendimento ao cliente de pessoas físicas em pelo menos uma das seguintes atividades:

  • investimentos;
  • seguros;
  • planejamento fiscal;
  • processo de planejamento financeiro pessoal;
  • planejamento de aposentadoria;
  • planejamento sucessório.

Como o exame para CFP é aplicado?

O exame para ter a certificação CFP ocorre três vezes ao ano e pode ser realizado por módulos ou completo. 

As avaliações são geralmente aplicadas aos domingos, sendo a prova por módulos na parte da manhã e o exame completo no período da tarde. 

A prova é composta de 140 perguntas de múltipla escolha, com quatro opções de resposta e o tempo de duração do exame é de 7 horas e 30 minutos.

Para o candidato que optar pelo exame completo, ou seja, fazer todos os módulos daquela avaliação, deverá acertar no mínimo 70% da prova, sendo 98 questões ao todo. Além disso, é necessário também acertar no mínimo 50% em cada módulo. 

Já os candidatos que escolherem realizar o exame por módulos (em edições diferentes), terão que acertar obrigatoriamente 70% das questões em cada um dos módulos. Sendo assim, caso o candidato não tenha o mínimo de acertos, será aprovado somente nos módulos que atingir esse resultado. 

Qual o conteúdo da prova CFP?

Para acertar a quantidade necessária de acertos e conquistar a certificação CFP é fundamental saber qual o conteúdo do exame. Entre os principais que cairão na prova estão:

  • planejamento sucessório;
  • gestão de risco e seguros;
  • planejamento de aposentadoria;
  • planejamento fiscal;
  • gestão de ativos e investimentos;
  • planejamento financeiro e ética.

Além de ter experiência nesses assuntos, é essencial que o candidato estude para o exame. Mesmo lidando diariamente com esses processos, é muito comum você entrar no modo automático e não prestar atenção em detalhes que podem cair na prova.

Por isso, estudar os conteúdos profundamente e se atentar aos serviços prestados aos clientes é um ponto importante para fazer com que você acerte a quantidade suficiente para ter a certificação. 

Por que ter a certificação CFP?

Entre as certificações do mercado financeiro, a CFP é uma das mais requisitadas pelas empresas e almejadas pelos profissionais. Isso porque, ela proporciona um grande diferencial de carreira e um crescimento profissional. 

Para as instituições financeiras, essa certificação significa ter profissionais qualificados e habilidosos para lidar com clientes e planejar com eficiência suas finanças pessoais. 

Além disso, o profissional certificado com a CFP também adere a um Código de Ética e Responsabilidade Profissional, que transmite segurança e confiança aos seus eventuais clientes e empregadores.

Agora que você já sabe as características da certificação CFP, como obtê-la e a sua importância, leia o artigo sobre planejador Financeiro e saiba o que é necessário para atuar na área.

Gostou ? Que tal compartilhar com os amigos ....

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram

Deixe aqui seu comentário ...

Assine nossa newsletter
com conteúdo exclusivo.